A Educação é o Caminho



A disputa política que nos absorveu, ora dividindo, ora desamparando, só pode ter esse efeito por ainda acreditarmos na representatividade dos governantes eleitos. Apesar de o desenvolvimento da nossa civilização ter se dado, desde o princípio, sob o regimento político, temos esperança, ainda. Esperança que representantes. O desconforto que sentimos toda vez tentamos participar ativamente da política governamental em partes se dá por vermos ali nossa única possibilidade de atuação política relevante, transformadora.

Os regimes políticos em geral, sejam eles democráticos, totalitários, monárquicos, ou qualquer outro, compartilham de uma premissa que revela onde reside o real poder de mudança. Em qualquer sistema de governo que existe ou já existiu a educação, formal ou informal, da população foi a coluna vertebral que manteve de pé o regime político adotado.

A educação surge, desde os primórdios da civilização ocidental, para transmitir o conhecimento necessário à participação social, portanto política. Onde houve conflito político esteve presente o conflito de ideias, a discussão sobre algum processo de conhecimento e a contraposição de valores. As leis foram criadas a partir de teorias, a própria ideia de justiça foi primeiramente uma pesquisa acadêmica, ou seja, tudo isso inerente a um processo de ensino e aprendizagem.

A educação escolar, apesar de toda a prescrição belissíma que a rege, ainda está majoritariamente preocupada em disciplinar, pois sua raiz em nosso país, é o projeto de organização social para o trabalho. Tanto é que quando alguém diz que não gosta de estudar sempre tem outro alguém pronto a lembrar que desse modo não terá futuro no mercado de trabalho.

Portanto, existe outra forma de construirmos uma sociedade harmônica, que compreende as diferenças, que favorece a dignidade humana, que valoriza o saber, que verdadeiramente respeita a integralidade dos seres em desenvolvimento, e esta outra forma é a educação.

Para isso é fundamental proteger, apoiar, oferecer condições de vida digna e o mais alto grau de consideração aos professores. Por que humanidade se ensina com humanidade e nossos professores estão sendo levados ao extremo, violentados de muitas formas por essa sociedade que lhes pede um esforço desumano, sem saber, que assim estão agindo contra o que mais desejam na hora em que buscam participação política. A educação é o caminho, o professor é o guia e todos nós somos responsáveis.


14 visualizações0 comentário