Incentivando a Inteligência emocional

Crédito: Freepik

Todas as pessoas possuem sentimentos; eles são parte da sensações corporais próprias dos seres humanos e transmitem as impressões das mais diferentes vivências. Na infância, os sentimentos são a primeira forma de contato e expressão com o mundo ao redor.


Entretanto, antes do desenvolvimento das palavras – e muitas vezes até mesmo depois – as crianças sentem dificuldade em expressar os seus sentimentos. Com um vocabulário ainda limitado, mas uma grande quantidade de emoções, os pequenos podem desenvolver frustração com a dificuldade de manifestar o que sentem.


De qualquer forma, contornar essa situação pode ser mais simples do que se imagina. Nomear as emoções inicia um processo de autoconhecimento e entendimento sobre o que a pessoa está sentindo. Literalmente, nomear as emoções é o primeiro passo para desenvolver a inteligência emocional e social da criança. Da mesma forma, conhecer é início para compreender e domar o que se está sentindo. Algumas ações simples podem facilitar os pais e educadores na hora de auxiliar nesse desenvolvimento:


  • Emoções em tempo real: dizer coisas óbvias como “você está irritado” ou “você está feliz” quando seu filho demonstra esses sentimento auxilia muito na identificação momentânea da criança quanto à emoção que ela está sentindo no momento. Isso irá ajudar quando ela compreender as conexões entre ação e emoção gerada.


  • Identifique emoções nas outras pessoas: Muitas vezes pode ser difícil para a criança refletir de forma integral sobre o seu sentimento. Às vezes, analisar as reações do outro pode facilitar nessa compreensão.


  • Brinque: livros sobre emoções, jogos de identificação/caretas e até mimicas auxiliam nesse processo de descoberta, fazendo com que a criança perceba as principais características dos sentimentos expressados e consiga perceber melhor em outras situações.

0 visualização

Escola de Educação Infantil Particular em Caxias do Sul | Bairro Cruzeiro | ©  2019 por Cataventura