O que é Vida Prática e qual o resultado dessa atividade?



Na educação infantil também é tempo de permitir atividades que ajudem no desenvolvimento e autonomia. Muitas vezes, pensamos que certas atividades devem ficar restritas aos adultos e os pequenos devem começam a aprender apenas quando forem maiores; entretanto, quando eles demonstram o interesse e tem apoio podem se realizar, sentindo-se importantes, participando do dia a dia da família, do cuidado de si, do outro e do ambiente. Por isso as atividades de Vida Prática são a base do método Montessori e as primeiras atividades que a criança participa ao entrar na escola. Além de proporcionar um sentimento de importância a vida prática também mostra para a criança que confiamos em sua inteligência.


São atividades que fazem parte da vida cotidiana e envolvem, não apenas a organização e a limpeza, mas também atitudes de gentileza. A maioria das crianças com dois anos já faz uso de movimentos para pegar colheres, cortar, lavar, despejar, arrumar a mesa, limpar uma superfície, guardar seus pertences. Também lhe é permitido abotoar, colocar os sapatos, escovar os dentes, o cabelo, vestir-se...a criança também é convidada receber visitas com palavras de gentileza e a dialogar sobre seus sentimentos desde pequena. Tudo isso, permitindo que ela realize sozinha aquilo que já é capaz de fazer e com apoio o que ainda não consegue.


Além de incentivar o senso de responsabilidade e cidadania, essas práticas contém em si a lógica dos seus passos, oferecendo através de vivência a noção de temporalidade e a experimentação de diversos exercícios motores, amplos e finos.


Tipos de atividades


A Vida Prática pode ser divida em três áreas centrais: cuidado pessoal, meio ambiente e graça e cortesia.


No primeiro, a criança trabalha com ações que promovam a independência, a coordenação e a concentração, como se vestir, lavar as mãos e amarrar os sapatos, assoar o nariz, preparar lanches, etc.


No segundo grupo, os pequenos aprendem a observar e controlar seu ambiente, promovendo confiança a partir da percepção de que podem melhorar o seu espaço. Nessas atividades estão varrer, lavar a louça, limpar a mesa, manusear os materiais com cuidado, etc..


No último grupo estão as atividades que auxiliam no bom relacionamento social, como dizer “obrigado” e “por favor”, esperar sua vez, dialogar, dividir, oferecer limites com gentileza e firmeza, entre outros.


E quais são os resultados da aplicação da Vida Prática?


Os resultados desse currículo são muitos. As crianças desenvolvem autoconfiança, trabalho em equipe, flexibilidade com as ações, automotivação, vontade de aprender, habilidade de trabalhar mesmo sem supervisão, dedicação e trabalho duro para finalizar as tarefas. Além disso, atividades de vida prática ajudam a criança a se adaptar ao seu ambiente, porque conecta a criança com o mundo ao seu redor, fazendo-a entender e interagir dentro do contexto aplicado.


Com essa prática, a criança torna-se consciente de sua realidade e vê que tem um papel de protagonismo a desempenhar no ambiente no qual está inserida. Também, se a criança pode fazer as coisas sozinha, ela descobre que é independente dos adultos, o que possibilita o reconhecimento de suas próprias habilidades e necessidades.



O que meu filho pequeno pode fazer em casa?


Tão importante quanto realizar essas atividades na escola é o incentivo em casa. Assim, o estímulo à independência é completo e o seu filho terá cada vez mais segurança para se desenvolver de maneira autêntica.


Algumas ações simples já podem ser feitas em casa, como guardar os próprios brinquedos, dobrar roupas e pijamas, servir sua própria bebida, arrumar a mesa para o almoç, alimentar animais, secar o chão quando derramar água, dar água para plantas, e até auxiliar secando ou guardando alguma louça, por exemplo.


Como você tem incentivado seu filho?

0 visualização

Escola de Educação Infantil Particular em Caxias do Sul | Bairro Cruzeiro | ©  2019 por Cataventura